Futebol de 5

Foto: Alaor Filho/MPIX/CPB

Paradens Futebol de 5
Foto: Alaor Filho/MPIX/CPB

O Futebol de 5, também conhecido como futebol para cegos, é uma adaptação do futebol de salão (Futsal) para atletas com deficiência visual e desde 1996 é praticado com algumas modificações nas regras da FIFA. Ele foi apresentado oficialmente pela primeira vez nos Jogos Paralímpicos de Atenas 2004 e tem sido disputado em todos os Jogos desde então. O Brasil ganhou ouro em todos os Jogos disputados até o momento.

Os Campeonatos Mundiais acontecem a cada quatro anos entre os Jogos Paralímpicos.

As equipes de Futebol de 5 são compostas por quatro jogadores de linha e um goleiro. Os jogadores de campo devem ser classificados como totalmente cegos (classe B1), o que significa que possuem uma ter uma percepção visual limitada que não tenha nenhuma funcionalidade na prática do esporte, enquanto o goleiro não tem deficiência visual e não pode ter participado de competições oficiais da FIFA nos últimos cinco anos.

Para garantir uma competição em equidade, todos os jogadores de campo devem usar vendas nos olhos. As equipes têm chamadores que auxiliam na orientação ficando atrás do gol, sendo que o técnico e o goleiro também auxiliam em quadra com orientações de jogo. A bola faz barulho devido ao uso de guizos localizados no interior que ajudam os jogadores a se orientarem. Como resultado, os espectadores devem permanecer em silêncio enquanto assistem ao jogo até que um gol seja marcado.

Paradens Futebol de 5
Foto: Alexandre Urch/MPIX/CPB
Paradens Futebol de 5
Foto: Alaor Filho/MPIX/CPB

O Futebol de 5 é jogado em um campo retangular de 40m de comprimento e 20m de largura. Todo o comprimento do campo deve ter em sua lateral bandas de 1 metro de altura para evitar que a bola saia de jogo. A duração da partida é de 50 minutos, divididos em dois tempos de 25 minutos. Cada equipe pode solicitar um tempo de descanso de um minuto em cada tempo. Durante os últimos dois minutos de ambos os tempos, e em caso de prorrogação, o tempo deve ser parado durante as cobranças de falta, substituição, tiro de meta e escanteio.

O Futebol de 5 é administrado pela International Blind Sports Federation – IBSA (Federação Internacional de Esportes para Cegos).

Paradens Futebol de 5
Foto: Washington Alves/MPIX/CPB

Sistema de Classificação

O futebol de 5 é exclusivo para atletas com deficiência visual.

Os atletas que competem no futebol de 5 têm uma acuidade visual muito baixa e/ou nenhuma percepção de luz (totalmente cegos ou quase totalmente cegos).

Para garantir uma competição justa, todos os jogadores (exceto o goleiro) devem usar venda (óculos escuros). Além disso, cada equipe tem um goleiro vidente e apto, que não precisa se submeter ao processo de classificação.

Classe no Futebol de 5 Elegibilidade
B1 (B1) Cegueira total - Acuidade visual menor que 2.6 LogMAR
(B2) Cegueira Parcial (baixa visão) - Acuidade visual entre 1.5 a 2.6 LogMAR, e/ou campo visual entre 0 a 10°.
(B3) Cegueira Parcial (baixa visão) - Acuidade visual entre de 1.0 a 1.4 LogMAR, e/ou campo visual definido entre 10° e 40°.

Site das Confederações